Cidades de Pardinho e Bofete oferecem turismo exuberante

Paisagens de tirar o fôlego, cachoeiras de águas cristalinas e uma fauna de dar inveja. Quem lê esse começo de texto pode até pensar que se trata de uma chapada no centro oeste do Brasil, ou algum outro destino de difícil acesso. Ledo engano! Os municípios de Pardinho e Bofete estão a menos de duas horas de São Paulo e oferecem uma experiência única para quem desbrava a região.

Para entender o que há de especial nessa área é preciso compreender um pouco mais sobre a topografia do território. Conhecido como Cuesta, o relevo é caracterizado por formação de planalto que apresenta uma encosta abrupta de um lado e, do outro, uma inclinação mais suave. É justamente entre as cidades de Pardinho e Bofete que se encontram os maiores paredões e as paisagens mais bonitas.

O que fazer?

Como era de se esperar, a região está cada vez atraindo mais atenção dos turistas de aventuras. Opções não faltam para aumentar os batimentos cardíacos, como rapel, cascating, passeios de 4×4 ou buggy, trekking, entre outros.

Para os mais comedidos, a contemplação da paisagem e fauna do local não deixa a desejar. São diversos pontos com mirantes para admirar o melhor da paisagem. Em alguns deles, inclusive, é possível tomar um café, comer uma coxinha tradicional ou se deliciar com um almoço por quilo.

Se as formações rochosas não são suficientes, o turismo rural também é característica das cidades do Polo Cuesta. Aqui, você pode acompanhar de perto produções artesanais de queijos e cervejas, conhecer como funcionam as plantações e até fazer passeios a cavalo.

Um cenário incrível para passar um fim de semana único com a família e sem precisar ir tão longe de casa. 

Leia nossos artigos anteriores

Relevo típico da região faz com que o oeste paulista atraia turistas das grandes cidades.